terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Como aumentar a produção de leite?

Não sou nenhuma especialista no assunto! Não estudei, não sou da área, mas preciso reforçar algumas dicas que aprendi com a Stephanie.

Recentemente, uma vizinha comentou sobre a dificuldade dela na amamentação e a necessidade de complementar com o leite artificial. Outro dia, foi a irmã de uma amiga que me ligou dizendo que o filho não saia do peito e que ela não dormia há 4 dias! Ontem, saí do consultório do pediatra e, na sala de espera, outra mãe sem dormir e sendo orientada a complementar com leite artificial, pois a sua produção de leite não era suficiente para o seu filhote.

Ginecologista é nosso médico. Pediatra é médico do nosso filho. Mas e a amamentação? Quem é responsável em nos orientar? Porquê ninguém nos orienta efetivamente sobre como aumentar a nossa produção de leite?

Complementar, em alguns casos, é necessário. A questão é que complementar com mamadeira pode auxiliar o bebê a largar o peito mais rapidamente, ou seja, pode ser uma ida sem volta! O ideal seria a opção do método de Translactação (MamaTutti). Dá muito trabalho, mas para àquelas mães que sonham em amamentar… é, definitivamente, a melhor opção!

Em julho do ano passado, a Malu já tinha 1 aninho, eu publiquei um post que mencionava alguns problemas que podem ocorrer na amamentação. O post está bastante detalhado! Não deixem de ler! Fala sobre bico rachado, quantidade de leite produzida, a ansiedade das mães no início da amamentação, a opção do uso do MamaTutti e etc.

Passei pela situação de diminuição de leite na amamentação dos meus dois filhos, mas foi NÃO foi no início da amamentação. Eu levei um susto nas duas vezes! Na amamentação da Malu, eu estava estudando para um concurso e estava bastante ansiosa. Essa agitação interferiu na minha produção de leite. Mas como eu descobri?

A Malu tinha 3 meses de vida e começou a acordar no meio da noite chorando. Ela dormia a noite inteira desde 40 dias de vida. Mas ela começou a acordar sem explicação, aí eu dava o peito e ela voltava a dormir. Fiz isso durante 3 dias. Achei, inicialmente, que ela estava entrando na fase conhecida como impulso do crecimento. Mas aí... fiquei menstruada! Logo deduzi que a produção de leite tinha diminuído por causa da menstruação. Liguei para a minha querida guru, Stephanie, e ela me explicou justamente o contrário. A produção diminuiu e, por isso, fiquei menstruada.

Eu já seguia as orientações da Stephanie e tomava muito líquido (mínimo 4 litros de água por dia), tomava ainda cápsula de alfafa (3 a cd refeição totalizando 9 cápsulas ao dia) e Chá da Mamãe (Weleda). Ela sugeriu ainda um tratamento infalível: tomar plasil nas refeições (3 comprimidos por dia) durante 5 dias consecutivos, parar de tomar 3 dias e voltar a tomar por mais 5 dias. Fiz isso até a Malu parar de mamar. Não fiquei com sono e, mesmo que eu ficasse... eu queria amamentar o máximo possível. Não tivemos nenhum sinal aparente de efeito colateral.

A minha idéia era amamentar, pelo menos, até que a minha filha fizesse 1 ano. Mas, depois do meu retorno ao trabalho e, conseqüentemente, a diminuição da minha produção de leite e a experimentação dela aos novos sabores da vida... foi natural, a Malu não quis mais meu peito. Mas fiquei arrasada! Ela largou meu peito aos 8 meses de idade!

Agora, na amamentação do João Pedro, aconteceu quase que a mesma coisa!

Nós produzimos mais leite durante o dia quando estamos mais descansadas. O ideal é sempre tirar os cochilos nos horários que o bebêr dorme para que a produção do leite se mantenha constante. Mas com dois filhos isso é quase impossível! O fato também de estar em casa e querer resolver tudo que não conseguia resolver enquanto eu estava no trabalho me deixou bastante cansada no mês de novembro. Comecei a perceber que por volta das 17h/18h o meu leite estava diminuindo, pois o meu peito ficava meio murcho. Isso influenciaria também a mamada da madrugada, pois para dormir a noite toda o bebê precisa estar com calorias armazenadas. Darei dicas no próximo post!

Então, aos 40 dias de vida do João Pedro, observei uma “borra”, como se fosse àquele início/final de menstruação. Pirei! Será que vou ficar mesntruada tão cedo assim?! Na amamentação da Malu já tinha sido cedo com 3 meses depois do parto! Mas 40 dias? Era cedo demais!

Bom, não cheguei a ficar menstruada, mas o fato é que tive que começar a tomar algumas providências: Chá da Mamãe+ Cápsula de Alfafa + Plasil!

Mantive a orientação de beber, no mínimo, 4 litros de líquido por dia e de beber água durante as mamadas· Desde que o João nasceu, eu tomo o Chá da Mamãe (Weleda) de manhã e de noite. Às vezes, tomo também na hora do almoço. Após os 40 dias de vida do João Pedro, acrescentei nessa rotina, as cápsulas de Alfafa·

Na amamentação da Malu, eu comprava as cápsulas de Alfafa no Mundo Verde. Hoje, não é muito fácil achá-las. Por isso, mandei fazer numa farmácia de manipulação. Comecei a tomar 500mg por refeição, passei para 1000mg no mês seguinte e, em breve, percebo que terei que acrescentar 1500mg (3 cápsulas) por refeição.

Além disso, na semana passada, quando o João fez 2 meses, tive que introduzir o plasil (1 comprimido a cada refeição). Na amamentação da Malu essa introdução foi mais tardia quando ela tinha 3 meses. Tomei por apenas uma semana e já senti melhora e parei.

Então, foram 3 comprimidos de plasil por dia durante 5 dias consecutivos. Se houver necessidade de tomar por mais tempo, sugere-se não tormar plasil direto sem parar. Para dar efeito, o ideal é parar de tomar 3 dias e voltar a tomar por mais 5 dias.

Resumindo: além de muito líquido e do chá da mamãe, são 9 cápsulas de alfafa e 3 comprimidos de plasil por dia! Mas não podemos esquecer que o ideal é sempre consultar o pediatra/ginecologista sobre o assunto e perceber e realatar qualquer mudança de humor e comportamento.

Além dos artifícios descritos acima, até a produção de leite ser compatível com a necessidade do bebê, muitas mães precizam ainda complementar. Como já mencionei, uma opção interessante que a Stephanie sugere para as mães com pouco leite é ométodo de translactação usando o Mamma Tutti. Com ele você continua amamentando enquanto o bebê recebe o complemento sem preceber. E, com isso, a sucção do bebê auxilia no aumento da produção de leite. A idéia é colocar o bebê primeiro no peito sem o MamaTutti por uns 5 minutos e, depois. colocá-lo no mesmo peito com o MamaTutti contendo o complemento. A sua produção de leite vai aumentar e a quantidade de leite artificial do MamaTutti vai diminuir podendo até chegar a zerar.

Uma amiga, Flávia, que também tem um blog, publicou recentemente sobre o desmame do seu filho. Nesse mesmo post ela colocou um link para um outro post onde ela detalhou as dificuldades dela na amamentação e o método da translactação com o uso do Mama Tutti. Com 15 dias de vida do Arthur, ela usou esse método durante todas as mamadas e, em 2 meses, só usava o MamaTitti com complemento à noite! Esse post está espetacular! Tem até foto dela usando o método!

Com relação à troca de peito, na amamentação da Malu dei 1 peito a cd mamada até 3 meses. Depois de 3 meses, dei os 2 peitos na mesma mamada com um intervalo para troca de fraldas e começar a mamada seguinte pelo peito que terminou. Na do João Pedro, agora, depois de 2 meses, quando observo que o peito está murcho e que ele ainda está com fome, também dou os 2 peitos. Apesar dos médicos sugerirem isso desde o começo da amamentação, lembre-se que o leite “gordo” é o segundo leite e que o ideal é que, no início, seja um peito em cada mamada.

Esse post ficou gigante! Mas espero ter contribuído relatando a minha experiência!

E vc? Como foi a amamentação do seu filho? Teve alguma dificuldade? Divida com a gente a sua experiência!

22 comentários:

Beta Bernardo disse...

Carol, sempre bom falar de amamentação! Acho importante a informação e a ajuda que se dá pras mães que passam por dificuldades!

Como farmacêutica só fico muito preocupada com essas prescrições de medicamentos. Somente médicos podem prescrever e farmacêuticos orientar. É importante as mamães sempre consultarem os seus médicos de confiança pra se informarem e tomar qq medicamento com segurança.

O Plasil, por exemplo, apresenta contra indicações e reações adversas. Seu ativo a Metoclopramida tem como ação secundária aumentar a produção de prolactina em alguns casos! Em alguns, nem todas as pessoas que tomarem o medicamento observarão esse efeito. Isso é importante dizer. Outra coisa é esse trecho que ele traz na bula:

"Não existem estudos adequados e bem controlados com metoclopramida em mulheres grávidas. A metoclopramida é excretada pelo leite materno. Por isso, não deve ser administrada a mulheres grávidas ou que amamentam, a menos que, a juízo do médico os benefícios potenciais para o paciente superem os possíveis riscos para o feto ou recém- nascido."

Ele passa pro leite!! O bebê vai apresentar as reações que o medicamento traz, que podem ser: "As mais frequentes são inquietação, sonolência, fadiga e lassidão, que ocorrem em aproximadamente 10% dos pacientes. Com menor frequência pode ocorrer insônia, cefaléia, tontura, náuseas, sintomas extrapiramidais, galactorréia, ginecomastia, erupções cutâneas, incluindo urticária ou distúrbios intestinais."

Portanto, o bebê pode dormir mais que o normal, pode tb apresentar insônia e até ter um chorinho mais persistente e no final das contas ser dorzinha de cabeça.

Por isso tudo é muito importante consultar o médico, pra saber lidar com os sintomas que qualquer medicamento pode trazer na lactação. Afinal, não se faz estudos detalhados em grávidas e lactantes devido ao alto risco que isso apresenta, né?

Continue informando suas leitoras e trazendo suas experiências. E o que as mamães devem sempre saber é que medicamento é coisa séria e o que serve pra uma pessoa pode fazer mal a outra. Inclusive fitoterápicos (ervas, plantas medicinais) que tb são medicamentos!

"A diferença entre medicamento e veneno é a dose!"

Viva o Mamma Tutti... acho fofo! rs

Bjks, Beta

Ana Carolina Peixoto disse...

Beta, OBRIGADA PELO CARINHO DE SEMPRE! TAVA COM SAUDADES DE VC POR AQUI!Esse assunto é bem polêmico mesmo! Consultei ontem o atual pediatra das crianças sobre o assunto e ele me deu carta branca. Além disso, não noto nehuma reação nem em mim e nem nos meus filhos quando utilizo o Plasil. E ainda sou casada com UM FARMACÊUTICO!Não uso pq gosto. Uso por desespero mesmo. Ver meu leite diminuindo e meus filhos chorarem de fome! Obviamente se a mãe não precisar usar dessesa artifícios, melhor! Mas eu não tive escapatória!
Bjs,
carol

Priscila disse...

Oi, Carol!!
Eu tive grandes problemas na amamentação da Duda. Além de eu não ter uma produção de leite muito grande, ela se cansava muito pra mamar e queimava muitas calorias (imagina que ela só atingiu o peso do João Pedro de agora com 11 meses de vida, depois da cirurgia!!).
Enfim, tive que complementar com leite artificial e nem o mama tutti adiantou. Cheguei a ir na Stephanie, mas a Duda não pegou de jeito nenhum. Antes de ter que tirar totalmente o peito, porque ela gastava mais calorias do que ganhava mamando no peito, tentei a alfafa e o plasil.
A alfafa não dava grandes resultados. O Plasil realmente aumentava a minha produção de leite, mas tive um efeito colateral grave: depressão. Eu passei muitos dias sem ter vontade de sair da cama, sem ter vontade de amamentar, de cuidar da Duda. Chorava, sentia um sofrimento imenso. Não via razão pra nada na vida. Já estava quase procurando um psicólogo pra me tratar de depressão quando o pediatra me alertou sobre esse efeito do plasil. Uma semana longe do plasil foi suficiente pra melhorar. Todos os sintomas desapareceram. Mas a sensação foi muito ruim. Fiquei com trauma total. (Comentário gigante!)

Flavia Bernardo disse...

Carol,
concordo com a Beta sobre falar de medicamentos (ainda mais falando a posologia) em foruns da internet. Pq a gente tem bom senso e eu nao vou ficar tomando os remedios q as pessoas postam no blog, mas tem muita gente sem noçao q le blogs, foruns, googles e afins e sai por aí se automedicando só pq com a fulaninha o remedio deu certo e pronto!

Mas eu como a Pri, tb fiquei mal com esse tal de Plasil. Tenho verdadeiro horror a ele associado a amamentaçao. Qdo vejo alguem falando q toma isso pra aumentar leite logo falo da minha experiencia. Eu fiquei muuuuito sonolenta, um cansaço sem fim q só piorou depois q tomei. Arthur ficou irritadissimo! Nossa...nao gosto nem de lembrar. A vontade da minha mae era jogar o plasil no lixo qdo via a gente daquele jeito.

Mas enfim, cada organismo reage de um jeito.
Mas olha, nao se preocupe se vc achar q ta com pouco leite. O JP já tá numa fase que a produção do seu leite se adequou a demanda dele. Vc nao vai ter os peitos explodindo de leite como nos primeiros dias. É normal isso e nao é baixa produção. É adequaçao à demanda. Fica tranquila.
Vc me pareceu um pouco tensa com tantas capsulas pra tomar, horarios, etc e tal...relaxa q tudo vai fluir.
Tem prova maior de que ele tá mamando excelentemente bem do que o desenvolvimento dele ate agora? Ele já tá um garotão!! Gorducho lindo!

bjks
Flavia.

Ana Carolina Peixoto disse...

Pri, eu sei da sua luta com Duda!Mas com ele tinha que ser diferente por causa do coraçãozinho dela!Ainda bem que tudo passa e que já está tudo bem, né? Eu não usei o mama tutti, mas imagino que deve ser trabalhoso! Mas acho que vale a pena para quem quer relamente amamentar. É uma alternativa, né? Mas o fato da alfafa não ter dado grandes resultados, eu imagino que tb tenha a questão psicológica! A sua preocupação com a Dudinha! É importante vc falar que teeve depressão com o plasil. Eu não tive nada. Mas as pessoas podem ter, né? Por isso, é sempre bom levar e discutir essas alteranativas com os médicos para sempre procurar o melhor!

Bjs e saudades!
Nos vemos no sábado!

Ana Carolina Peixoto disse...

Flávia, vcs têm razão por um lado, pois funcinou comigo e não necessariamente vai funcionar com os outros. A questão que me incomoda e, essse foi a principal motivação do post, é que os pediatras e ginecologistas, não orientam os seus pacientes sobre o assunto! É muito triste ver mães saindo do consultório e sendo oreintadas a dar leite artificial na mamadeira. É necessário dar alternativas!!!! O Plasil, cada um precisa avaliar o lado bom e o lado ruim e pesar na balança. É preciso ter bom senso!!!

Com relação ao JP, apesar da produção do meu leite ter se adequado a demanda dele, o leite diminuiu à noite. É notório! Ele mama em 5' / 7' e à noite fica um tempão, engole pouco... percebo claramente. E, como no caso da Malu, com 3 meses houve tb um diminuição. Por isso, é necessário ficarmos atentos para não ser tarde demais para providência. Tome plasil apenas na semana passada e parei e senti uma melhora significativa.

Não estou tensa com tantas capsulas pra tomar. Já estou bastante acostumada. Tive que tomar durante 5 meses na amamentação da Malu. Apenas quis enfatizar.
Com relação aos horários das mamadas, procuro seguí-los mas com bastante flexibilidade.
Querida, adoro esse espaço! essas discusões e o melhor... Fiz esse post para divulgar a translactação, o seu post. Aliàs, como sempre, vc arrasou no post!

Bjs,
Carol

Gabi Maia disse...

Oi Carol! Qto tempo q nao entro aqui!
O JP ta lindo e bem gordinho!!!
Eu amamentei a Larissa ate ela fazer 1a e 4m, que foi qdo eu engravidei da Luisa. Já a Lu, eu desmamei agora aos 7 meses. Achei q a Lari ficava mto dependente de mim... Entao eu mesma desmamei antes.
Não cheguei a precisar tomar nada, ainda bem! pq sou alergica a Plasil.
beijos

dddddd disse...

Oi Cá,
Só pra compartilhar contigo:
quando cheguei do viagem, justamente quando Ana faz 3 meses, meu leite deu uma desaparecida.
fui procurar informação num livro chamado "medicina alternativa" e segui as recomendacoes de lá, dando uma adaptada pro meu gosto:
comer castanha do pará, aveia, mamão, maçã e tomar - em jejum e antes de deitar - suco de cenoura com couve, agrião e maçã (passar em tecido pra tirar a fibra), tomar suco de uva (passar uva no liquidificador com um pouco de agua e peneirar).
Tomei tb, só uma vez, 10 gotinhas de tintura de algodeiro ( 5 de manha e 5 de noite) e, claro, muita agua.
E o leite retomou a fartura.
Claro que nao é a fartura dos primeiros dias, com 3 meses é normal o fluxo estabilizar, mas é suficiente pra Ana.
Acho uma alternativa melhor do que o Plasil.
Beijos,
Zeze

dddddd disse...

oi carol, ana pegou sua primeira gripe aos 3 meses, por conta disso virei uma noite sem dormir e o leite sumiu... quando recuperei a rotina de sono, o leite tb voltou ao normal. entao alem da alimentacao e da agua, como vc bem disse, o sono é fundamental, beijocas, zeze

Raquel disse...

Oi Ana Carolina,

Queria te agradecer as dicas para aumentar o leite, gostei muito, até já encomendei as cápsulas de alfafa. Minha Gabriela está com 2 mêses agora.
Quanto ao Plasil, minha médica me receitou e estou tomando. Ajudou muito a aumentar o leite, porém como só comecei com um mês e meio, tive que dar mamadeira de complemento antes disso. No começo eu dei o Nan e depois consegui tirar meu leite e complementar com ele. Agora estou tentando tirar o complemento, mas ela parece meio preguiçosa para mamar e pára antes de mamar tudo e algumas vêzes ainda tenho que dar o complemento.
Mas de qualquer maneira, achei legal vc postar sobre o plasil, que apesar de controverso, eu acho que vale a pena tentar. Concordo com vc, é por desespero, quando não há outra opção, também foi o meu caso. Incrível como este problema da diminuição do leite é tão frequente e não há uma solução fácil. Pesando os benefícios e possíveis efeitos colaterais, eu também optei por tomar o plasil e funcionou bem para mim. Acho que conseguirmos amamentar nossos filhos é um felicidade que não tem preço, vê-los crescerem e se desenvolverem através deste laço é muito gratificante, só quem vive pode saber.

Bjs e parabéns pelo blog.

Ana Carolina Peixoto disse...

Além das dicas da Zezé, fiz um outro post mencionando a importância da água e do descanso! Há tb um outro remédio que a Stephanie indica para quem não se adapta ao plasil, mas esqueci o nome. Quando lembrar menciono aqui nos comentários!

Anônimo disse...

Oi carol eu vou receber meu bebe daki duas semanas serei sua mae adotiva...e fikei encantada com a possibilidade de poder amamenta-lo eu tenho plasil em casa so nao sabia q ele aumentava a produçao do leite eu gostaria de saber se vc saberia de algum outro remedio q poderia m ajudar a produçao do leite materno por favor!!!!

Ana Carolina Peixoto disse...

Que delícia!!! Eu imagino a sua felicidade! O ideal seria falar com a Stephanie. Ela é especialista e poderá te ajudar! 8111-5848

Raquel Moreira disse...

Olá!
Este seu texto esta sendo util ate hj! Tb tenho pco leite - aconteceu tudo mto parecido com vc nos 2 filhos. O Plasil funciona para mim. Tb tomo tintura de algodoeiro, phytolacca e alfafa de homeopatia. Mas o que mais vejo resultado e o Plasil. Outra tecnica e esvaziar o peito com bomba depois das mamadas. Obrigada por postar este texto e ser solidaria com as mulheres fracas produtoras de leite!

Ana Cristina disse...

Por qual período é seguro usar o Plasil?

Ana Cristina disse...

Por qual período é seguro usar o Plasil?

Ana Cristina disse...

Por qual período é seguro usar o Plasil?

Anônimo disse...

estava com pouco leite fui ao medico e ele me receitou o plasil o leite voltou em abundancia om meus seios ficam vazando leite ate meu namorado esta mamando nos meus seios eu adoro voces mulheres que tem leite amaMAMENTEM SEUS PARCEIROS E MUITO PLAZEROSO

Anônimo disse...

estava com pouco leite fui ao medico e ele me receitou o plasil o leite voltou em abundancia om meus seios ficam vazando leite ate meu namorado esta mamando nos meus seios eu adoro voces mulheres que tem leite amaMAMENTEM SEUS PARCEIROS E MUITO PLAZEROSO

Anônimo disse...

estava com pouco leite fui ao medico e ele me receitou o plasil o leite voltou em abundancia om meus seios ficam vazando leite ate meu namorado esta mamando nos meus seios eu adoro voces mulheres que tem leite amaMAMENTEM SEUS PARCEIROS E MUITO PLAZEROSO

Anônimo disse...

estava com pouco leite fui ao medico e ele me receitou o plasil o leite voltou em abundancia om meus seios ficam vazando leite ate meu namorado esta mamando nos meus seios eu adoro voces mulheres que tem leite amaMAMENTEM SEUS PARCEIROS E MUITO PLAZEROSO

Anônimo disse...

Ah vá...toma vergonha.